Believe in yourself.

Ask me anything   Submit   "Acho uma delicia quando você esquece os olhos em cima dos meus, ou quando sua risada de confunde com a minha..."

"Não sei bem como começar a escrever pra você, sinto que as coisas poderiam ter sido diferentes se você não fosse tão idiota assim. Você vem e me conquista e depois vai embora e me deixa aqui com cara de boba, caidinha por você. Um cara que não quer nada sério, aliás, nada sério comigo. Mas como uma pessoa pode ser idiota e fofa ao mesmo tempo? Você chega com aquela carinha doce e com um jeitinho meigo que me faz pensar “aaah meu Deus! Quem me dera se fosse meu”. Abraça-me com carinho e me faz querer não te soltar mais, me faz pensar em como seria diferente se você fosse um cara sério, se você não quisesse só pegar e sair fora. Ah meu bem, eu teria feito muita coisa por você se você tivesse falado que queria ficar comigo quando eu disse que gostava de você. Se você não me quer, por que vem e me deixa louca? Por que sempre volta e me faz te querer cada vez mais? Não que eu não goste que você volte, mas é que quando você vai, meu coração chora e meu corpo chama por você. Já tentei tantas vezes te esquecer. Algumas vezes já até disse para as pessoas que eu já não gostava mais de você. Já disse pra mim mesma que você não passava de um cafajeste, mas não adiantou. Eu contínuo gostando de você, e o pior, é que do que adianta eu gostar de uma pessoa que não sente o mesmo por mim? Do que me serve poder ter sua companhia sem poder estar nos seus braços? Será que vai ser sempre assim? Você aí e eu aqui?"
Essa é pra você, Laura Rocha. (via sorrisol)

(Source: semeou, via sorrisol)

— 1 day ago with 18 notes